quinta-feira, 28 de agosto de 2014

A Manchete da matéria, você escolhe.

As obras estão em andamento no Sol Nascente............
ou
Oportunistas dizem que obras do GDF são deles.


Redes Sociais
Para quem está com as atenções voltadas para a "rastaquera" campanha eleitoral do Distrito Federal e falo, especificamente, para os amigos do Setor Habitacional Sol Nascente, saibam que as obras de infraestrutura, previstas no processo de regularização do Setor, estão em andamento.

Redes Sociais
Os serviços topográficos e a preparação do trecho que se situa na Chácara 157, trecho 01, está em fase de finalização para a abertura da tão esperada avenida de contorno do Setor Habitacional Sol Nascente. As chácaras que ficam naquele setor foram recuadas para o alargamento do acesso, já existente, não sendo necessário  fazer uma nova avenida, o que acarretaria na remoção de diversas famílias.

Redes Sociais
Obras de infraestrutura, também, estão sendo realizadas nas quadras 100 e Zélia Macalão. As máquinas estão no local executando a terraplanagem e posterior asfaltamento das vias dos locais, atendendo uma antiga reivindicação dos moradores da Chácara Santa Luzia.

A Avenida principal da Zélia Macalão, antes do asfaltamento, sofrerá obras para a execução do projeto de escoamento pluvial.
Redes Sociais
Outra obra de grande importância para o trecho 01 é a continuidade das instalações dos padrões CEB nas residências e iluminação das vias com a colocação de braços com lâmpadas, nos postes já existentes. A CEB se encontra em várias chácaras do trecho 01.
Redes Sociais
Tudo isso graças a uma luta antiga que envolveu moradores, Prefeitura Comunitária, blog solnascentehoje e outros colaboradores.
Estivemos, hoje, nos locais das obras e tivemos notícias, através dos moradores de que cabos eleitorais de dois candidatos bastante conhecidos no setor por "usurpar obras alheias", estão abordando ou mesmo visitando os moradores em suas residências, levando material de campanha e dizendo que foram eles que trouxeram as obras.
Redes Sociais
Não dê ouvidos. não acredite nesses oportunistas, as obras são iniciativas do Governo do Distrito Federal, previstas no projeto de regularização e defendidas com unhas e dentes pela Prefeitura Comunitária, blog solnascentehoje, líderes comunitários e a própria comunidade.

"Para os oportunistas em vez de votos, dê uma banana"

solnascentehoje.blogspot.com


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Ministro Gilmar Mendes.


Pegou pesado, Doutor!
Política do DF é rastaquera, diz Gilmar
Quarta-feira, 27 de agosto de 2014 | 9:03




Enquanto defendia sua posição no plenário do Tribunal Superior Eleitoral, favorável ao recurso apresentado por José Roberto Arruda contra a impugnação de sua candidatura, em longa explanação, o ministro Gilmar Mendes fez um desabafo tão corajoso quanto inesperado: Ele criticou duramente a classe política de Brasília e chegou a afirmar que o Distrito Federal nem sequer faz por merecer sua autonomia política.
Diante do plenário do TSE, que majoritariamente considerou Arruda ficha suja, Gilmar Mendes classificou a política no Distrito Federal como “rastaquera” e ainda afirmou que o DF “já deveria ter passado por processo de intervenção”, em razão dos sucessivos escândalos e do comportamento geral dos seus políticos.
Gilmar Mendes também declarou, enfaticamente, que “O Distrito Federal não tem sequer dignidade para ter autonomia política”.

Informações Diário do Poder/blog do Odir

RASTAQUERA

solnascentehoje.blogspot.com

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Vídeo revela que Arruda diz ter “votos” no TSE e no STJ.

No filme, obtido por ÉPOCA e em poder do MP, o líder na corrida ao governo do DF, que pode ser cassado nesta terça-feira no TSE, afirma ter “90% de certeza” de que conseguirá o registro nos tribunais – e afirma que “está fazendo de tudo” para conseguir os votos

DIEGO ESCOSTEGUY, COM MARCELO ROCHA E MURILO RAMOS
26/08/2014 16h48
Estão em poder do Ministério Público do Distrito Federal dois vídeos que podem enterrar a candidatura de José Roberto Arruda (PR) ao governo de Brasília. Ele lidera as pesquisas destas eleições para voltar ao cargo, do qual saiu em 2010, depois de ser flagrado (também em vídeo) num esquema de corrupção. Os novos vídeos - duas câmeras filmando a mesma cena, de ângulos distintos - foram gravados na tarde da última quinta-feira. Registraram uma reunião entre Arruda e correligionários de Joaquim Roriz, também ex-governador de Brasília e desafeto de Arruda. O encontro aconteceu em Brasília, na casa do advogado Eri Varela, conselheiro de Roriz.

José Roberto Arruda (Foto: Wilson Dias/Abr)
Arruda buscava o apoio do grupo de Roriz. Na conversa, que durou cerca de meia hora, revelou bastidores e táticas para impedir que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirme, nesta noite, a inelegibilidade dele, conforme decretou o Tribunal Eleitoral Regional de Brasília. Assegurou “ter dois votos” no TSE para o julgamento de hoje. Disse que “estava trabalhando tudo” para garantir os quatro votos que lhe salvariam a candidatura. Numa frase difícil de acreditar, afirmou que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso estava “trabalhando” para convencer o ministro do STF Gilmar Mendes, que também está no TSE. Sugeriu trabalhar para “ter” o voto do ministro João Otávio Noronha, do Superior Tribunal de Justiça, outro que participa do julgamento do TSE nesta noite. Fala em “trabalhar” e “garantir" votos nos tribunais superiores como se fossem votos no Congresso ou nas eleições.
“É mais difícil conseguir quatro votos (no TSE) do que um milhão de votos (para governador)”, disse Arruda. Ele afirmou que “o quadro no TSE não é bom”. Afirmou que iria pedir ao ex-procurador-geral do DF Túlio Arantes que conseguisse um voto de “um amigo” que participaria do julgamento – ele não declina o nome no vídeo. “Tenho que fazer de tudo.”
Arruda assegurou aos interlocutores que “tinha 90% de certeza” de que, mesmo a possível derrota no TSE, reverteria tudo no STJ. “É o mesmo relator”, diz Arruda. Ele se refere ao ministro Napoleão Nunes Maia Filho, que concedera uma liminar, em 24 de junho, impedindo o julgamento de Arruda no Tribunal de Justiça de Brasília. O julgamento em Brasília se deu apenas em 9 julho, após uma decisão do ministro do STF Joaquim Barbosa - e após o registro da candidatura de Arruda. Esse julgamento acabou acontecendo cinco dias depois. Arruda foi condenado e se tornou inelegível.
Os vídeos já foram periciados pelo MP e serão encaminhados à Procuradoria-Geral da República. Se a PGR avaliar que há indícios de crime no caso, abrirá uma investigação. ÉPOCA publica agora quatro dos principais trechos dos vídeos.
Procurado pela reportagem de ÉPOCA, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou ter sido procurado por Arruda para conversar sobre o recurso protocolado no TSE. "Queria (Arruda) que o julgamento ocorresse a tempo de, se favorável, concorrer ao governo de Brasília. Como sempre, sou muito cuidadoso nessas matérias. Apenas indaguei ao ministro Gilmar se havia chance de isso ocorrer. Fui informado de que haveria um julgamento anterior que pré-julgaria o caso. Nada mais pedi a ninguém nem nada mais me foi dito.” Ex-procurador-geral no governo Arruda, Túlio Arantes afirma não ter sido procurado por Arruda nem ter procurado ministros do TSE em nome do ex-governador. "Não conheço nenhum ministro do TSE. Nem sabia que haveria um julgamento no TSE hoje. É o Arruda quem tem de responder por essas afirmações que ele fez", disse.
As assessorias dos ministros Dias Toffoli, no Supremo, e Laurita Vaz, no STJ, informaram que eles estavam participando de julgamento em seus respectivos tribunais e não poderiam atender a reportagem. O ministro Luiz Fux, do Supremo, afirmou não ter sido procurado por advogados de Arruda. O gabinete do ministro João Otávio Noronha, no STJ, informou que o ministro estava no TSE e que tentaria transmitir a ele o recado da reportagem. A revista enviou os questionamentos ao TSE, mas ainda não houve retorno
Procurado por ÉPOCA, o ministro Gilmar Mendes não quis se manifestar.

Trecho 1

O candidato ao governo do Distrito Federal pelo PR, José Roberto Arruda, chega para uma reunião na casa de Eri Varela, advogado e amigo do ex-governador Joaquim Roriz. Arruda afirma ser mais difícil conseguir quatro votos favoráveis à manutenção de sua candidatura - no julgamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) - que conseguir 1 milhão de votos dos eleitores.

Eri - Senta aqui.

Eri - Mas tem um negócio aqui que você não pode deixar de comer...

Arruda - O que é?

Eri - É especial... Eu estive lá em Fortaleza e trouxe... (Eri oferece doce a Arruda).

Eri- Não tem (açúcar)... É dietético... É um negócio de caju...

Arruda - Parece um doce de figo, né? É maravilhoso mesmo.

Eri - Isso... O cabra é viajado... Um doce para aguentar as amarguras de uma campanha...

Arruda - Você está bem, né, Zé Flávio?

Zé Flávio - Tô...

Arruda - Quando eu estou na campanha, na rua, eu gosto de fazer. Isso me dá prazer (começa a comer o doce). Está maravilhoso.

Eri - E as fofocas?

Arruda - (inaudível) Tá muito difícil pra mim. E pior... (volta a falar do doce de boca cheia), e não tem açúcar, só o açúcar da fruta.

Eri - É... Exatamente...

Arruda - Mas então, é mais difícil você ter quatro votos em sete que ter um milhão de votos por aí... (Os votos são dos sete ministro do TSE)

Trecho 2

Arruda afirma ser possível obter os votos necessários no julgamento do TSE para que concorra nas eleições de outubro. Mas diz que, se conseguir, será por uma margem mínima. Por isso, segundo Arruda, o momento anterior ao julgamento é o mais difícil. "É nesse momento difícil que a gente faz um esforço maior". 


Arruda - Mas agora eu acho que a... (fala de boca cheia)... O obstáculo agora é esse jurídico. Infelizmente, eu tenho que entrar de cabeça nisso. Não tem jeito de eu ficar deixando na mão dos outros. O momento exige isso (inaudível)... Mas ô Eri, já tinha um tempo que eu tinha mandado Valério marcar pra eu vir cá. Nós temos um longo tempo, uma longa historia de convivência e eu tenho uma opinião... Nós todos termos a opinião que diante das circunstâncias da vida, eu acho que diante dos meus defeitos e minhas qualidades, eu represento nesse momento a possibilidade imediata, de todos nós, os grandes, eu, Roriz, eu e todo mundo... Aliás, o Luiz Estevão interpreta muito bem isso quando diz que as superações que ele fez, quanto a mim.. e me apoiou... A sua Eri por tudo que você representa em relação a proximidade do Roriz, pelo que cê já fez, né? Eu acho que nessa teia, questões pontuais até que no têm maior importância, porque quando se acerta no geral, estas questões saem na
base... Você é uma pessoa muito inteligente e sabe que não preciso falar detalhes... Mais ou menos como aconteceu aqui com Valério e com Zé Flávio, nós acertamos no geral e os pontuais não tá precisando...

Valério - Não precisa discutir...

Arruda - Precisa nem discutir... Acertou no geral... Acertou e acabou... Quem tá tocando campanha hoje, como você sabe é o Valério... Com minha estrutura e coisa... mas enfim, é ele que tá tocando a campanha. Isso por causa de mim, quando eu ganhar no TSE, e acho que vou ganhar, eu acho que vou vencer, o percentual de votos que eu vou ter é mínimo... Então, neste momento, até que se julgue pelo TSE, é o momento ma is difícil. E nesse momento difícil é que a gente faz um esforço maior.

Trecho 3

Arruda diz ao advogado Eri Varela que, entre outros, pediu ajuda a Túlio Arantes, que atuou como procurador-geral do DF durante seu governo, para ajudá-lo no assunto. Segundo o ex-governador, Arantes é amigo de um dos ministros que vão participar do julgamento.

Arruda - deixa eu te dizer uma coisa, se eu ganhar no TSE... Se eu ganhar...

Eri - Não acredito.

Arruda - Se eu ganhar.

Eri - Não, vou apostar com você... A questão jurídica, ela hoje, nesse momento... ela é mais fácil...

Arruda - Contra mim... Mas se eu ganhar não é mais por causa do prazo... (inaudível) .. é por causa do artigo (inaudível)...

Eri - Sim, porque pode resolver... (Com a medida no STJ)

Arruda - Por isso... É nisso que eu estou trabalhando... Eu tô indo agora conversar com o Túlio Arantes, porque o Túlio era meu procurador geral... E um dos votos que vão ter agora, pode ser de um amigo dele... Eu vou pedir pra ele ir lá, né?

Eri - É mais difícil... Mas eu acho.. que nesse caminho talvez... de tentar resolver... Seu advogado não está aqui... pra discutir. Você tinha que imediatamente desistir dos embargos...

Trecho 4

Arruda comenta com o advogado Eri Varela quais são as suas chances no julgamento noTSE. Arruda cita os nomes dos ministros Gilmar Mendes, Laurita Vaz , João Noronha e Luciana Lóssio. Em relação a Mendes, Arruda menciona que pediu ajuda ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.


Arruda - Ô Eri, deixa eu te dizer urna coisa... Essa luta toda que a gente tá. Todo o meu sofrimento, inclusive das minhas filhas... Se no for da vontade de Deus que eu seja o governador, eu vou ser... Também se não for da vontade de Deus, esquece... Não é isso?

Arruda - A situação que eu tenho hoje, é que...eu tenho urna chance no TSE menor...

Eri - E como é isso? Quem tá trabalhando isso?

Arruda – No TSE, Alckmin (advogado José Eduardo Alckmin)... Mas tô com outras pessoas trabalhando isso...

Eri - Então tá com um voto lá?

Arruda - Dois... e... tô trabalhando tudo...

Eri - Mas tem mais...

Arruda - Dois...

Arruda - Agora o outro caminho da Cautelar... Eu diria a você que é 90% de chance... Desde que resolva os embargos, se for possível... (inaudível)... Agora tudo isso tá sendo avaliado, no momento certo... Mas o que eu acho que é importante na nossa conversa, é o seguinte:... Essa e uma luta, que eu estou nela... vou até o final... Se gente ganhar, ganhou... Se não ganhar, vamos ter que descobrir um caminho para ganhar a eleição sem eu...

Eri - Você não se deu bem sempre com o Gilmar (ministro do TSE e STF Gilmar Mendes)?

Arruda - (Balança a cabeça dizendo que não)... O Fernando Henrique é que está trabalhando...

Eri - E o Noronha (ministro do TSE João Otávio Noronha)?

Arruda —Também...

Eri - E a Laurita (ministra do TSE Laurita Vaz)?

Arruda - Acho que a Laurita nem vai votar... Porque ela sal do TSE daqui uns dias...

Eri - E a Luciana (ministra do TSE Luciana Lóssio)?

Arruda – Não. Esses dois votos eu nem conto.... Eu estou trabalhando. Os outros cinco...

Eri - Então menos dois...

Arruda - E... com toda sinceridade... 90% de chance no segundo momento (medida no STJ)... Não no primeiro...

Eri - Mas tem que ir correndo, o importante e não perder o prazo... Deve ir para o Ministério... vai de hoje pra amanhã.

Arruda - É

Eri - E a moça (Luciana Lóssio) não vai se dar por impedida, né?

Arruda - Não sel ainda... E o pior é que eu nâo sel se é bom?...

Eri - Na minha avaliação, se ela no se der por impedida, ela vota contra você...

Arruda - Eu também acho...

Eri —Aí entram dois substitutos (Contando com a saída da Laurita e o impedimento da

Luciana)...

Arruda - Admar (ministro substituto do TSE Admar Gonzaga) é cacete... 0 quadro não é bom...

Eri – É.

Arruda —O quadro do STJ é melhor...

Eri —O relator é o mesmo (ministro do STJ Napoleão Nunes Maia Filho)...

Arruda - É...

Eri - Da suspensão.. (Que concedeu a liminar para suspender o julgamento do TJ)...

Arruda - Por aí que eu vou... Mas é assim... Isso passa de um jeito ou de outro... Se eu for candidato a governador... Talvez eu volte aqui pra ganhar seu voto... Se não for... eu acho... (Risos)...

NR.: Triste reprise. Não valeu a pena ver de novo.

solnascentehoje.blogspot.com

Eleições 2014 - Debate.

O Debate do SBT/UOL/Folha.

Carlos Botani

O debate entre os candidatos ao governo do Distrito Federal promovido pelo UOL, em parceira com a “Folha de S.Paulo” e o SBT, nesta segunda-feira (25). foi marcado pela troca de farpas e pelo bate-boca. Propostas?
Redes sociais
Arruda, visivelmente preparado para os ataques, como era de se esperar, centralizou seus ataques ao seu principal desafeto Agnelo e procurava a todo instante desestabiliza-lo, lembrando o histórico embate Cristovam x Roriz: "Eu vejo você trêmulo e nervoso porque o seu governo foi um desastre".
Agnelo por sua vez, demonstrando estar mais seguro e disposto ao embate, procurava acuar os seus antigos colaboradores Pitiman e Rollemberg, que tiveram a ousadia de tentar encurrala-lo, sobrou para os dois: "Se não fosse a parceira com o PT, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB) “certamente” não teria chegado ao Congresso Nacional" e “onde você estava Rollemberg quando meu governo e o povo do DF precisou de você?”. "O candidato Luiz Pitiman (PSDB) também não ficou no governo. E não ficou porque não teve capacidade de ficar. Eu o tirei porque você não tinha capacidade. Foi até constrangedor, Pitiman, lhe demitir, pois você relutou e não queria sair. Por generosidade, botei em sua demissão “à pedido”, no lugar de “demitido”. Lhe demiti por incompetência. Foi só você sair e as obras começaram a acontecer no meu governo
Quanto a Toninho do PSol foi protagonista da primeira e já recorrente dobradinha com Agnelo Queiroz. Não me veja que eu não te vi. Outra dobradinha foi entre Luiz Pitiman e José Roberto Arruda. Ficou claro de que o próprio Arruda decidiu apoiar Pitiman. Pitiman está gostando. O que vai sair daí, podemos começar a descobrir hoje(26), com o desdobramento de mais um julgamento do candidato Arruda. Isso é um outro assunto.

Relembre os "Melhores" momentos.
  • Agnelo para Arruda: “discípulo da inverdade”
  • “Personalidade da dissimulação” O socialista Toninho (PSOL) acusou o deputado federal Luiz Pitiman (PSDB) de sair em defesa do ex-governador José Roberto Arruda (PR) 
  • Luiz Pitiman (PSDB), rebateu dizendo que Toninho auxiliava o atual governador, Agnelo Queiroz (PT), candidato à reeleição.
  • Rollemberg, procurando transmitir uma postura proponente, se manteve de fora do bate-boca.
  • Toninho acusou Pitiman de querer transformar o Distrito Federal “em uma grande empresa”. “Candidato Pitiman, você realmente é um político do passado. Você faz parte dos setores de extrema direita que querem voltar ao poder de toda forma para poder enriquecer mais (…) Tenho muito orgulho de ser um democrata socialista. Enquanto você estava nas Forças Armadas reprimindo o povo, eu estava na rua lutando pelo povo”.
  • Pitiman revidou: “Você rema, rema e não sai do lugar”.
  • Arruda: Foi golpe!! Arruda esperneava e insistia em dizer que foi vítima de um golpe para tirá-lo do poder. “O Ministério Público Federal fez uma ação penal em que sou colocado como vítima de uma chantagem.
  • Agnelo rebatia: “O Democratas deu o golpe, depois foi o Roriz e agora eu sou o responsável pelo golpe?".
  • É impressionante o desprezo que você tem com a inteligência do povo. Essa já é a terceira versão que você conta. É golpe comprar deputado daquele jeito, é golpe a polícia entrar na casa oficial do governo e encontrar milhares de reais, é golpe ter envolvimento do Ministério Público
  • Arruda insistia: “Você está desesperado porque, se o golpe deu certo e você conseguiu ganhar por WO, agora está trêmulo. Você está olhando pro espelho. Devolveu dinheiro que recebeu de propina. Está lembrando da CPI do Cachoeira e da sua relação com ele, ou da casa que você comprou. Mas estou aqui para falar sobre propostas”.
  • Arruda dizia que não estava ali para “ofender ninguém” para, em seguida, insinuar ligação da ex-deputada federal Maninha (PSOL), que é mulher de Toninho, com as Farcs (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).
  • Dificil mas Toninho se exaltou: “A mentira não pode prosperar. Atitude fascista do Arruda ao falar sobre a Maninha e uma possível vinculação com as Farcs. Eu não sou ficha suja nem fui cassado do governo por corrupção. Você, sim.
O debate sobre as propostas para o Distrito Federal ficou em segundo plano.

Com informações: UOL, Folha e SBT

solnascentehoje.blogspot.com

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Não está fácil para ninguém Arruda!

MPE pede que TSE mantenha   Arruda
Barrado.

O Ministério Público Eleitoral(MPE), pediu ao Tribunal Superior Eleitoral(TSE) que mantenha barrada a candidatura de José Roberto Arruda ao governo do Distrito Federal. O pedido foi feito pelo vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão.

Fonte: Redação Blog do Odir.


solnascentehoje.blogspot.com

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Pressão.

O que foi isso Ari?
Em Evento de campanha ex-administrador perdeu a linha e manda moradora para diversos locais impublicáveis.


Em evento de campanha, ocorrido à pouco no Pnorte, em Ceilândia, o ex-administrador de Ceilândia, Ari de Almeida, demonstrou todo o estado de nervos que se abate na campanha do candidato Agnelo Queiroz, aliás com cabo eleitorais como o "nervoso" ex-administrador, a reeleição fica cada vez mais longe.
Ari de Almeida interpelou, aos gritos, uma conhecida liderança comunitária do trecho 03, do Setor Habitacional Sol Nascente, cujo nome manteremos em sigilo. O teor da "conversa" foi presenciada por diversas pessoas que acompanhavam Agnelo e que servirão como testemunhas em processo que será movido pela moradora.
Ari perguntou à moradora, sobre as reclamações que a mesma havia feito via blog solnascentehoje, a respeito de lixos e entulhos jogados no Setor Habitacional e que serviria, segundo o ex-administrador, para evitar novas invasões. A Líder Comunitária disse que, como o lixo teria sido recolhido o assunto ficou resolvido. Em seguida solicitou a Ari de Almeida a colocação de lombadas na via principal do Trecho 03. Segundo testemunhas, de repente e sem demonstrar temores, por estar em evento público, começou a proferir palavras de "baixíssimo" calão contra a assustada moradora, a violência verbal foi tão agressiva e intensa que nos reservamos o direito de não divulgar.
Ato contínuo, a moradora se dirigiu ao governador Agnelo e relatou o ocorrido. Agnelo teria ficado bastante irritado com o seu "descontrolado" cabo eleitoral". Ari, ainda, completaria dizendo que se houvessem denúncias, por parte da moradora, estas serviriam, apenas como IBOPE para ele e Agnelo.


Então vamos ver se dará IBOPE!!

solnascentehoje.blogspot.com

Pensou que já tinha visto tudo?



Candidato ao GDF promete deixar Brasília mais próxima da praia.
Luiz Pitiman (PSDB) apresentou a proposta de diminuir a distância entre Brasília e Porto Seguro em sabatina no Sinduscon-DF.



O candidato ao Buriti Luiz Pitiman (PSDB) causou alvoroço nesta quinta-feira (21/8) ao prometer aos moradores da capital federal: aproximar Brasília da praia. O projeto do tucano quer interligar rodovias entre o DF e a Bahia (BR-251 e BR-367) para reduzir pela metade a distância até Porto Seguro - de 1.500 para 700 quilômetros. “É uma proposta para facilitar a ligação das pessoas com a praia. Isso vai permitir que você saia de manhã [de Brasília] e possa almoçar lá (Porto Seguro)”, disse ao Correio. 
O que para muitos parece loucura foi apresentado durante a sabatina no Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF).
A proposta da Rodovia Luiz Eduardo Magalhães - em homenagem ao ex-deputado - já foi encaminhada ao candidato do PSDB à presidência, Aécio Neves. "Esse projeto não é minha prioridade, mas juntos, eu, presidente Aécio, Marcone no Goiás, Pimenta da Veiga em Minas e Paulo Souto na Bahia, unidos para o crescimento e valorização dessa região.
Segundo Pitiman, o projeto é “embrionário” e não é prioridade do seu governo. Por isso, não tem orçamento nem previsão de início das obras. “A ideia é aproveitar o que já está construído, complementar pequenos trechos que precisam ser feitos e fazer a ligação definitiva entre o DF e Porto Seguro.” O candidato disse ainda que os estados envolvidos no projeto (GO, MG e BA) não foram consultados.

Correio Braziliense
Marianna Rios

N.R.: Que susto! Pensei que ele queria trazer o mar.

solnascentehoje.blogspot.com

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Resistência dos moradores.


Moradores fazem barricada e GDF não cumpre desocupação.

Justiça determinou ação policial para desocupação da Chácara Santa Luzia. 
PM, Agefis e Seops disseram não saber da decisão; área tem 150 famílias.


 
Moradores da chácara 17-A, no setor de Chácaras Santa Luzia, na Cidade Estrutural, no Distrito Federal, montaram barricadas na madrugada deste domingo (17) com pneus, móveis e galhos de árvore para tentar impedir o cumprimento de uma ordem de reintegração de posse agendada pelo juiz da 17ª Vara Cível de Brasília para esta manhã. A Agência de Fiscalização do Distrito Federal (Agefis) e a Polícia Militar, convocadas pela Justiça para promover a desocupação do terreno, não compareceram ao local.
(Foto: Vianey Bentes/TV Globo)
As assessorias da PM e da Agefis disseram desconhecer a operação. A Secretaria de Ordem Pública (Seops) informou que a Secretaria de Segurança Pública é responsável pela reintegração de posse e que a Agefis e a Seops apenas prestam apoio à ação. Durante toda a manhã, adultos, crianças e idosos aguardaram apreensivos a chegada da polícia e das máquinas que derrubariam as construções. "Estamos desde 4h da manhã empurrando pneus", disse um dos moradores. "Nem conseguimos dormir, de tão receosos."
Por volta de 11h, o grupo obteve a confirmação de que não haveria a operação de desocupação da área e recolheu os pneus.
Cerca de 150 famílias vivem na chácara 17-A, também conhecida como Chácara Natal, por conta da data em que foi ocupada. O terreno fica em uma Área de Proteção Ambiental, entre a Estrutural e a Floresta Nacional de Brasília. As moradias são feitas de placas finas de madeira, coladas umas nas outras, entre ruas estreitas. Segundo a Codeplan, o setor Santa Luzia é um dos mais pobres do DF. O local não tem asfalto, nem esgoto. Os moradores convivem com animais soltos na ruas, roedores e insetos. Nenhum equipamento público, como escola, creche ou posto médico, existe no local.
No mês passado, a Justiça concedeu antecipação do pedido de tutela a favor do empresário Valdeir Regis Feitosa, dono de uma empresa de gesso que fica no limite com a invasão. Na decisão, o juiz determinou que a Secretaria de Segurança Pública disponibilizasse policiais para o cumprimento da decisão, já que a chácara é "local de vários conflitos pela posse, altamente perigosa, inclusive com manifestações violentas".

 (Foto: Vianey Bentes/TV Globo)


O empresário afirma que, apesar do espaço ser público e de os moradores ocuparem a área irregularmente, ele tem cessão de posse do terreno há dez anos. Após a desocupação, ele diz que pretende instalar uma indústria de material de construção no espaço. 
"Eles invadiram com 30 homens armados no dia 24 de dezembro e se apossaram, alegando que não tinha ninguém. A terra é minha, o juiz me deu a reintegração de posse há mais de dez anos", disse o empresário. "Comprei, paguei e não invadi. As pessoas porque são pobres acham que podem se apossar. Se são pobres devem ir trabalhar para adquirir seus bens. O que é meu não vou perder de forma alguma. O governo tem que entender que sou cidadão e espero que a Justiça seja feita."
Até o dia 20 de maio, ao menos 20 pessoas haviam sido presas acusadas de invasão de terras públicas na Estrutural, segundo o GDF. A pena, em caso de condenação, é de três anos de prisão.


Isabella FormigaDo G1 DF

solnascentehoje.blogspot.com

sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Obras do Sol Nascente.


O que é uma nota de empenho?
É uma ordem de serviços em que determinada transação foi autorizada a realização e comprometido o pagamento. Sem esse documento, a empresa que executou os serviços ou vendeu as mercadorias não receberá os valores devidos. Essa nota de empenho é utilizado por órgãos públicos, por ocasião das concorrências e cartas convites ( licitações em geral).

Para que serve a nota de empenho?
É o documento através do qual a despesa é contabilizada, para que depois possa ser liquidada mediante o efetivo pagamento ao credor. A realização de pagamentos prescinde da emissão da Nota de Empenho.

Notas de empenhos das obras do trecho 1, publicadas, novamente, no DODF de hoje, 15/08/2014.

Porque, então, as obras não iniciam?
Local do futuro canteiro de obras. Hoje, 15/08, 10:30 horas.

Colaborou: Itamar Freire - Sol Nascente/DODF

solnascentehoje.blogspot.com



terça-feira, 12 de agosto de 2014

Goleada: 5 X 2



TRE nega registro de candidatura do ex-governador José Roberto Arruda (PR).
Pedido de cassação do registro do representante do PR foi analisado pelo tribunal nesta terça-feira (12/8)



Celso Junior - Estadão
O Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) negou o registro de candidatura de DF José Roberto Arruda (PR). O julgamento que tratou sobre o caso do ex-governador começou só depois das 21h30 de hoje. Ele ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). 

Condenado por improbidade administrativa, Arruda tenta tenta retornar ao poder depois de uma crise que o tirou do Palácio do Buriti. Ele lidera as pesquisas de intenções de votos, mas por enquanto está impedido de concorrer ao Governo do DF. 
Para o Ministério Público Eleitoral, Arruda é ficha suja e está inelegível. A acusação é de que Arruda liderou um esquema de compra de apoio político para a eleição de 2006.


Com informações de Arthur Paganini.

solnascentehoje.blogspot.com

A Ficha Limpa não é uma "leizinha"!!


IMPUGNADO!
Carlos Botani

Redes Sociais
O Tribunal Regional Eleitoral, mostra para Arruda que o Ficha Limpa não é uma "leizinha".  Ele, provavelmente, pela sua arrogância, vai continuar com a campanha sim, até porque os recursos permitem, mas vai continuar, como sempre, à margem das decisões judiciais.
Uma história de ambição, poder, traições e que ainda, tudo indica, se arrastará por algum tempo, na medida da arrogância do seu protagonista.

solnascentehoje.blogspot.com

5 X 1, 6 X 1 ...........


TRE aceita pedido de impugnação e nega registro de Jaqueline Roriz.
Deputada foi condenada por improbidade administrativa em segunda instância

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aceitou o pedido de impugnação e negou o registro de candidatura da deputada Jaqueline Roriz, em julgamento nesta terça-feira (12/8). Ainda hoje, o TRE vai julgar também se o ex-governador José Roberto Arruda (PR) poderá concorrer ao Governo do Distrito Federal.

No caso de Jaqueline, um dos desembargadores, o advogado Cléber Lopes, se considerou suspeito e preferiu não votar. O desembargador Josaphá Rodrigues votou contra a impugnação. Olindo Menezes e Leila Arlanch acompanharam o relator. 
Para o Ministério Público Eleitoral, Arruda é considerado ficha suja e não pode disputar a eleição. A decisão do plenário do TRE pode gerar uma reviravolta. Caso Arruda tenha seu registro confirmado, ele poderá argumentar contra acusações de concorrer ilegalmente. Se a licença for negada, ele continuará na mira dos adversários e do Ministério Público. Arruda lidera a preferência nas pesquisas, porém, pode ser impedido de concorrer. 


Com informações de Ana Maria Campos, Arthur Paganini e Helena Mader.

solnascentehoje.blogspot.com

15.000

Eleições 2014.


A inspiração.



A adaptação.


O resultado



solnascentehoje.blogspot.com

A FERRARI DO SOL NASCENTE

                                                


Em tempos de eleições, a falta de visibilidade na grande mídia é terra fértil para os criativos. Um dos que estão usando a internet com sabedoria é o candidato a deputado distrital Godim. O candidato é morador do Sol Nascente. Para ironizar as candidaturas milionárias só mesmo uma boa sacada. O vídeo com a sua "possante" Ferrari , está arrancando muitas gargalhadas de quem assiste. Quem disse que uma eleição não pode ser divertida. 


Fonte: Redação Blog Rádio Corredor
solnascentehoje.blogspot.com

A maior esculhambação do cerrado, acabou!


solnascentehoje.blogspot.com

O dia da caça?


Polícia Civil investiga suposta agressão a fiscal da Agefis.

Luiz Calcagno

A Polícia Civil investiga uma suposta agressão a um fiscal da Agência de Fiscalização (Agefis) durante notificação de uma pousada irregular na 707 Sul, na tarde desta segunda-feira (11/8). Segundo a ocorrência registrada na 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul), o servidor teria entrado no imóvel e foi agredido pela dona do local. 
A mulher, Valdirene Martins de Oliveira, 40 anos, nega que na casa funcione uma pousada. Segundo ela, no local vive a família e também dormem funcionários da empresa de turismo dela. 
Com relação às agressões ao servidor, a empresária diz que se assustou com a presença do fiscal dentro do imóvel. “Ele abordou a recepcionista sem se identificar e ficamos com medo. Ele só mostrou o crachá quando estávamos em vias de fato."
O fiscal conta outra versão. Segundo Luciano Soares, ele entrou no local acompanhado de duas funcionárias. “Pedi para ver a licença. Quando uma delas saiu dizendo que ia pegar, fotografei um banner com horários de funcionamento, e, quando fui pegar um cartão, a proprietária chegou me agredindo. Outra pessoa me atingiu pelas costas. Era alguém com sotaque espanhol, que sumiu”, afirma o fiscal. Depois das supostas agressões, Luciano pediu apoio de colegas e foi para a delegacia. De acordo com ele, a Polícia Militar que levou a mulher para a unidade. 
A ocorrência registrada na 1ª DP foi de agressão e exercício irregular de atividade, já que o endereço é destinado apenas para residências. Depois de serem ouvidos, os dois devem ser liberados.

CORREIO BRAZILIENSE

solnascentehoje.blogspot.com

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Sol Nascente.

COMBATE ÀS INVASÕES.



Carlos Botani


Vejam as fotos acima.
O que você está olhando pode ser, na visão das autoridades de Ceilândia e do Distrito Federal, a mais nova e eficaz forma de se evitar invasões de terras públicas.
Uma conhecida liderança comunitária do trecho 03, liderança mesmo e não apenas aspirante de cargo comissionado, foi chamada por moradores das chácaras que ficam ao final da Avenida Córrego das corujas (Chácaras 73,74,75,84, 01, Cinco Estrelas, 05,06, 07 entre outras). Chegando ao local ficou impressionada com a quantidade de lixo, moscas, animais e entulhos que se acumulavam na área. 
Salientamos que no local está previsto a construção de uma quadra poliesportiva, conforme recente publicação no Diário Oficial do Distrito Federal.
A nossa líder comunitária ao fazer contatos com as autoridades competentes, cujos nomes e funções não divulgaremos, no momento, pois não conseguimos ouvi-los, apurar e comprovar os fatos, obteve a seguinte resposta, segundo seu relato: "Não vamos tirar o lixo nem os entulhos. Vão ficar no local para evitar e combater novas invasões".
Iremos apurar os fatos e, em breve, retornaremos ao assunto. Combater invasões espalhando lixo e entulho é inacreditável!!!!!

solnascentehoje.blogspot.com

Silencio hospital.

A maior esculhambação do Cerrado!!!


solnascentehoje.blogspot.com

Valorize o eu voto.


Distritais: O ranking da produtividade.
Levantamento revela quais são os deputados distritais que mais propõem leis e os que têm atuação tímida na Câmara Legislativa do DF.

É fato comum que funcionários de empresas privadas sejam avaliados regularmente pela produtividade. Em época de eleições, nada mais legítimo do que analisar, também, o desempenho dos deputados distritais que pedem o seu voto para assumir novos mandatos públicos.
Com a intenção de colaborar nesse sentido, VEJA BRASÍLIA fez um levantamento junto com o Instituto de Fiscalização e Controle (IFC). Utilizando dados da própria Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF),
a revista criou um ranking de produção dos distritais, baseado no número de propostas e no tempo de atuação de cada parlamentar durante o quadriênio que se encerra no fim de 2014 (veja a tabela abaixo).
Entre leis novas, complementares e emendas à lei orgânica, os 24 deputados e três suplentes que passaram pela atual legislatura apresentaram 2 041 projetos.
Entre os deputados "Titulares" de seus mandatos quem apresentou o maior numero de projetos foi a deputada Eliana Pedrosa (PPS). De 2011 até o último dia 30, levando-se em conta os dias trabalhados, Eliana elaborou 11,96 matérias por mês. 
Em seguida aparece o Distrital Robério Negreiros(PMDB) com 5,35 matérias por mês. Negreiros estréia em sua primeira legislatura com um índice de matérias surpreendente entre leis novas, complementares e emendas à lei orgânica, entre elas muitas de caráter estritamente social
Do outro lado da tabela, o deputado Paulo Roriz (PP) aparece como o que menos apresentou projetos. Foram apenas dez em 283 dias de trabalho, a mais minguada produção da Casa. Há uma justificativa plausível para a baixa atividade. Ele entrou e saiu da Câmara quatro vezes no lugar de Raad Massouh (PPL) — que foi cassado em novembro do ano passado. O entra e sai, não prejudicou a "gastança", esperava-se que ele também fosse mais humilde na hora de gastar o dinheiro público. O seu gabinete torrou R$- 20.026 reais de verba indenizatória só em junho passado, uma das mais altas despesas da CLDF. 
Foram 11. 000 reais só com veículo, combustível e lubrificantes. Para efeito de comparação, no mesmo mês, Eliana Pedrosa, a líder em propostas, gastou 14 900 reais...
Entre os que cumpriram integralmente o mandato, o último da fila é Patrício, candidato a deputado federal: em 667 dias de labuta, apresentou apenas 39 projetos.

Confira!

Informações: Revista Veja Brasilia - 02/08/2014 

solnascentehoje.blogspot.com