quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Posto CODHAB - Trecho 01

Em time que está ganhando........

Mexer prá que?

Carlos Botani

Edson Cordeiro, servidor da CODHAB, chegou, em meados de 2015, no Trecho 01 do Sol Nascente. Começou a trabalhar, no posto de assistência do órgão, na parte de realocação de pessoas/moradores, para atender as necessidades de avanços no processo de regularização, o que não acontecia devido a inúmeras edificações existentes que prejudicavam o andamento do projeto de urbanização. Era necessário "ir" até os moradores e dar a notícia, nunca agradável, de que suas casas precisavam ser removidas. E lá se foi Edson Cordeiro, juntamente com a prefeitura comunitária do trecho 01 e lideranças do setor, negociar com moradores e tratar das realocações, em chácaras não produtivas.
Todas as negociações e remoções, se faziam necessárias, em virtude das obras de infraestrutura de: Drenagem de águas pluviais, pavimentação de ruas e avenidas. As residências que estavam atrapalhando o andamento do projeto, deveriam ser retiradas. 
Assim, Edson Cordeiro chamava para si, devidamente autorizado pela CODHAB, a responsabilidade de participar ativamente das negociações. As negociações eram feitas com os moradores, que seriam removidos, com cerca de 04 chacareiros, que teriam suas chácaras desapropriadas, para a realocação daqueles moradores, e com o próprio governo, para que desse a infraestrutura necessária à habitação (a parte do governo, até hoje, não foi plenamente cumprida. Existem locais, ainda sem a necessária condição de habitação e moradores, ainda, aguardando realocações).


O tratamento humanizado, dado aos moradores; A verdade dita olhando nos olhos; O compromisso de, mesmo sendo governo, considerar as necessidades dos moradores, aceitando e encaminhando alterações no projeto urbanístico, para que o mínimo de pessoas fossem atingidas, fizeram a comunidade do trecho 01, confiarem e admirarem aquele "funcionário do governo".

No início da semana, recebemos, perplexos, a notícia de que o governo, iria retirar do setor, o único de seus servidores, que tinha a confiança de moradores e lideranças; O único de seus servidores que não enxergava, o projeto de regularização como um mapa "que tem que ser seguido à risco, haja o que houver"; O único que não tratava pessoas e moradores como meros números, um dos poucos que conhecem o setor Sol Nascente e sua realidade; O único que pisa no barro e pisa no pó; O único, até hoje, que não se veste de arrogância e prepotência, no trato com as pessoas da comunidade.
Fomos informados, também, que quem o governo escalou em substituição à Edson Cordeiro no posto de assistência do trecho 01, é uma conhecida "figura", que já esteve por lá, com atitudes e desempenho que fariam inveja a qualquer ditador, do tipo: "Vai ser assim e pronto!". Mas não vai mesmo, senhorita!
Lembrando que temos, ainda, várias situações a serem negociadas e que a comunidade não aceitará decisões arbitrárias e desumanas, tais como: A situação da galeria, bacia 08, Vila Madureira, Novo Horizonte, lado direito da Avenida Casa Branca, Quadra 102 e muito mais!  Vai negociar ou impor?

O blog solnascentehoje, deixa aqui as mais sinceras homenagens e agradecimentos ao companheiro de luta, por uma regularização justa e humana. A Prefeitura comunitária, representada pelo incansável Pedro Barros e seu time de vereadores, lamentam a mudança autoritária e monocrática de Rollemberg, Paranhos (aquele que doa lote em APP) e todos, mais uma vez, lamentam a falta de autoridade e sensibilidade, para cumprir a vontade do povo, do Administrador de Ceilândia, a nulidade e falta de vontade de agir da Gerência de condomínios (Prá que Gerência de Condomínios?)

Valeu Edson ! A gente se encontra no Trecho 03, talvez, se você não for tão eficiente, fique por lá um bom tempo!


Carlos Botani - Jornalista 10936/DF
Administrador e Redator do blog Solnascentehoje

solnascentehoje.blogspot.com

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

UMA HISTÓRIA QUE PRECISA SER CONTADA.

Sol Nascente - A nossa novela!

Carlos Botani


Capítulo 1 - A IGREJA.

"Santa irmã morena, como era conhecida, nasceu no Sudão, em 1869. Santa Josefina, como muitos naquele tempo, viveu a dureza da escravidão. Bakhita, que significa “afortunada”, não foi o nome dado a ela pelos pais, mas por uma das pessoas que, certa vez, a comprou."
O templo, no Sol Nascente, começou a ser construído no início de 2010.
No dia 7 de abril de 2011, após operação, promovida pela AGEFIS, vários setores da comunidade e políticos, se mobilizaram para condenar a derrubada e promover o reerguimento da Igreja Santa Bakhita. Até o, à época, governador Arruda, tomou partido pela manutenção da igreja.

Capítulo 2 - ESCAPOU, DE NOVO


No dia 03/03/2016, uma equipe do governo de Brasília, foi ao local, trecho 1, para demarcar a futura e, mais uma, bacia de contenção de águas pluviais. Acontece que no local em que se pretendia instalar a obra, que não constava no projeto inicial, ficava o galpão do "Galego do abacaxi" e a igreja Santa Bakhita. Segundo informações, o galpão do "Galego do abacaxi", obteve do governo anterior, o alvará necessário para seu funcionamento, visto que, embora sem definição, não era previsto nenhuma construção pública na área. Por fim, foi-se o galpão e a igreja permaneceu, intocada.


Capítulo 3 -  UMA DOAÇÃO MUITO ESTRANHA.

Nesta segunda-feira (06/02), chega-nos a notícia que uma área de aproximados, 1000 metros, foi limpa, cercada e doada pela CODHAB, através de seu presidente Gilson Paranhos, à uma ONG, ligada a igreja Santa Bakhita, para a construção de, ao que parece, uma creche no local.
Se não bastasse a doação do bem público às pressas, outras questões merecem nossa atenção e carecem de respostas:

1) A área é considerada pelas arquitetas da propria CODHAB, uma APP-Área de Proteção Permanente, não sendo permitida construções no local. Como pode ser objeto de doação?
2) Há mais de 4 meses, a prefeitura comunitária do trecho 1, tenta, sem sucesso, que a CODHAB, realoque os moradores que precisam ser removidos. Porque o órgão não age com a mesma rapidez?
3) Na área que foi doada, pelo presidente da CODHAB, poderia ser fixadas 08 famílias removidas.
4) Todo o lado direito da Avenida Casa Branca, esta fora do projeto de regularização. Já solicitamos, por diversas vezes a sua inclusão e apontamos várias soluções para os problemas existentes no local. Poucas vezes fomos ouvidos e quando ouvidos fomos ignorados. Como doar uma área que não é passível de regularização, segundo a própria CODHAB?
5) Porque a própria CODHAB, mandou seus funcionários limparem e cercarem o lote objeto da doação? Po
rque não limparam e cercaram as áreas que seriam usadas para a implantação e EPCs, como: Delegacias, Postos de saúde, escolas, etc? Porque permitiram que aquelas áreas fossem invadidas?
6) Quem autorizou o Sr. Gilson Paranhos, presidente da CODHAB, doar o bem público?

Capítulo 3 -  O GALPÃO CAIU.

Por determinação da CODHAB e suas arquitetas, principalmente a Sra Isabela, para quem qualquer coisa, sobre a qual nasça algum tipo de capim, é considerado APP, foi recomendado a derrubada do galpão da chácara 143. O galpão estava erguido no local desde 2010, com ligações de água, energia elétrica e com licença de funcionamento de suas atividades. Por conta da construção das bacias de contenção, que não estavam previstas no projeto urbanístico inicial, o previsto seria a retirada de parte do galpão e parte da igreja Santa Bakhita. Acontece que, por um milagre, ou coisa parecida como "carteiradas" e "influências politica", a "casa caiu" somente para o comerciante, dono do galpão.

Capítulo 3 - PROMESSA NÃO CUMPRIDA.

A casa caiu ou melhor, o galpão caiu e foi prometido ao comerciante, dono do imóvel sua realocação para a parte "de baixo" do terreno que, por coincidência, sacanagem, esperteza, injustiça ou coisa que o valha, está sendo doada para a ONG, indicada pela igreja. Voltando ao dono do galpão, o mesmo murou com placas de cimento a área que lhe foi prometida, para compensar a perda do galpão, para evitar invasões. Surpreendentemente a CODHAB, via servidores, acionaram a AGEFIS que derrubou o muro. Como se sabe o local foi invadido com uma falsa cessão de direitos, mais tarde desocupada e, hoje, doada para a ONG indicada pela igreja.


Depois, te conto outra história........

solnascentehoje.blogspot.com

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Trecho 01 - Campo sintético.


Boas notícias!


João Freitas
Projeto de iluminação
Hoje pela manhã, estive na Administração Regional de Ceilândia, para saber o andamento do processo de iluminação do campo da quadra 501, recentemente inaugurado. Fui recebido pelo diretor da área de serviços públicos, Sr. Vicente, que mostrou o projeto de iluminação e explicou como vai ficar, ou seja, tudo pronto!
Agora, basta o dinheiro entrar, através de empenho. 
Só esperando!

Estamos atentos.!!

João Freitas Araújo é lider comunitário, incentivador cultural e esportivo do Sol Nascente e o grande responsável pela obra do campo de grama sintetica, no setor.

solnascentehoje.blogspot.com

Dois pesos......



ATENÇÃO!

Governo limpa e cerca área, na APP - Área de Preservação Permanente, no trecho 1 do Sol Nascente, para DOAÇÃO.

Tudo muito rápido!

Detalhes, em instantes, em mais um capítulo de nossa Novela SOL NASCENTE.

solnascentehoje.blogspot.com.

Que governo é esse?


Governo engraçado!

Governo engraçado!


Primeiro pavimenta e asfalta a rua,
depois quebra o asfalto para colocar sistema de águas pluviais, aí tapa o buraco.
Depois cava buraco para colocar o esgotamento sanitário...
Quando termina, deixa com era antes:

Tudo esburacado!

Engraçado ou incompetente?



Imagens TV Record


solnascentehoje.blogspot.com

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Trecho 01 - Sol Nascente


Escrituras!

Participaremos de uma reunião, nesta quarta feira, na CODHAB do Plano, às 15hs, juntos com a prefeitura do trecho 1, para falarmos, e cobrarmos, as escrituras do trecho l.

Aguardem notícias!


quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Escavações no Trecho 01.

Mistério!

Carlos Botani

Desde o dia 16, próximo passado, a empresa Fundex faz perfurações às margens do córrego do meio, fundos da chácara 34, que limita os trechos 1 e 2, no Sol Nascente. Todos os moradores e conhecedores do assunto, sabem que a faixa que fica à direita da Avenida Casa Branca, onde se localiza a Chácara 34, ainda, não foi incluída no projeto urbanístico de regularização e permanece com a situação indefinida.
O que todos queremos saber é:

1) O que esta empresa de perfurações esta fazendo ali?
2) Porque as perfurações tão próximas das margens?
3) Quem contratou os serviços?
4) Tem alguma ligação com a, possível, regularização da área?
5) Porque ninguém sabe, inclusive nós, nada sobre os serviços realizados ali?

Consultamos o Secretário de Obras Coimbra, representante da CODHAB, no trecho 01, Edson, o prefeito Pedro Barros e nada. Todos desconhecem o assunto.

Vamos investigar.

solnascentehoje.blogspot.com

Sol Nascente - Trecho 01

Inauguração!


solnascentehoje.blogspot.com

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Pôr do Sol


Você sabia?
Carlos Botani

Enquanto esperava o início da reunião de sexta-feira, próxima passada, com o governador Rollemberg, no palácio do Buriti, conversei, longamente, com técnicos da CODHAB, a respeito das questões do Setor Habitacional Pôr do Sol. Os técnicos me fizeram algumas revelações e, como não pediram sigilo, repasso, agora, aos moradores do Setor:

- Quadra 107 e 108.
Serão incluídas no processo de regularização. A análise do solo, encomendada pelos moradores, que não detectou a existência de um lixão desativado no local, será considerada, o que transforma os locais em "regularizáveis". No estudo de impacto ambiental(EIA) e no Relatório de impacto ambiental (RIMA), a área apresenta RISCO SÉRIO.

- Chácara 94.
Dificilmente, quase impossível, terá condições de regularização, devido apresentar várias situações de risco aos moradores. Será recomendada a realocação dos moradores, dentro do próprio setor. No estudo de impacto ambiental(EIA) e no Relatório de impacto ambiental (RIMA), a área apresenta RISCO CATASTRÓFICO.

- Chácara 603
Uma pequena parte da quadra, final, também, deverá ter seus moradores realocados. A maior parte será regularizada no local em que se encontra.
No estudo de impacto ambiental(EIA) e no Relatório de impacto ambiental (RIMA), a área apresenta RISCO CATASTRÓFICO.

solnascentehoje.blogspot.com

sábado, 17 de dezembro de 2016

Sol Nascente e Pôr do Sol, no Buriti!


Encontro, com Rollemberg!

Carlos Botani

Em um momento poucas vezes visto, aliás, segundo relato dos presentes, nunca antes visto, o governador Rodrigo Rollemberg, recebeu, na tarde desta sexta-feira(16/11), a pedido da deputada Distrital Luzia de Paula, lideranças do Pôr do Sol e do Sol Nascente. Nunca antes visto, porque cerca de 20 pessoas entre lideranças, membros e técnicos do governo, entre eles o presidente da NOVACAP Júlio Menegotto e o secretário de obras Antônio Coimbra, foram recebidas no gabinete do governador e não em salas e auditórios do palácio do Buriti.
A comitiva do Pôr do Sol e Sol Nascente, levou uma série de demandas e ouviu do governador boas notícias relativas a: Avanço das obras nos 3 trechos do Sol Nascente, Licenças ambientais do trecho 3, cercamento e sinalização das áreas destinadas à EPC's, liberação da verba para obras no Pôr do Sol e realocação das famílias que estão sobre galerias no trecho 02
As lideranças questionaram, também, sobre a possibilidade de possíveis mudanças na poligonal de regularização dos setores que incluiria, as áreas não contempladas pelo projeto urbanístico de 2008 e a opinião de Rollemberg, sobre as declarações de Celina Leão, em recente evento na Ceilândia, quando o líder comunitário João Paulo Serafim, com microfone em punho, indagou ao governador qual o destino das, aproximadas, 2500 casas que estavam em situação de monitoramento. Na ocasião Rollemberg não pode responder devido o final, abrupto, do evento.
Celina teria declarado, à época, que Bruna Pinheiro e Agefis, iriam "passar o rôdo" nas casas que estão "em vermelho", no mapa da agência. Rollemberg foi enfático em afirmar que as declarações da parlamentar são mentirosas, assim como são mentirosos os boatos de que o governo, estaria abrindo as comportas das barragens, para justificar os baixos níveis de água. O governador afirmou, ainda, sobre o mapa da AGEFIS, que as áreas em vermelho continuarão sendo diuturnamente monitoradas. Novas invasões não serão toleradas e conta, para isso, com total apoio da comunidade.
Por fim, Rollemberg mostrou-se sensível a inclusão das áreas que ficaram à margem do projeto de regularização de 2008, em função da poligonal e por se tratar de matéria de competência, tambem, do IBRAM e ICMBio, aguardará pronunciamentos daqueles órgãos.
Finalizando a reunião e atendendo solicitação da prefeitura do Pôr do Sol, o governador anunciou a imediata construção de creche no setor, emenda do Deputado Augusto Carvalho.

solnascentehoje.blogspot.com

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Editorial - CEILÂNDIA SEMPRE VIVA!


Uma pena!


Carlos Botani

É fácil falar, mas é preciso muito desprendimento para abrir mão de convicções pessoais, de desejos pessoais, para militar na causa de uma coletividade.
Tem que ser muito determinado, para esquecer do próprio umbigo e lutar pelo umbigo dos outros.
Na hora do "vamo vê", é o meu pirão primeiro...com raríssimas exceções, sempre foi assim. Sempre será!
Ser um líder, liderar é a capacidade que uma determinada pessoa ou várias pessoas, tem de influenciar e mobilizar outros, para um determinado propósito ou idéias. Há de ter um comportamento de abnegado. Ausência de egoísmo; atitude que visa o bem-estar do próximo, não tendo em consideração os seus próprios interesses.
É difícil para uma pessoa? Sim. 
E para um grupo? Quase impossível!
Por isso, vá em paz grupo "CEILÂNDIA SEMPRE VIVA". 
Que nasceu tão fortinho, assustando, ameaçando lambuzar os cara de pau e morreu tão subitamente, envolto em agressões físicas e verbais, vaidades, arrogância e, até, ameaças de morte, entre os seus.

Eu acreditei!!!!!

solnascentehoje.blogspot.com

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Ultimas notícias!

RESUMÃO.


Por Carlos Botani


* A reunião, do último dia 11/12/2016, organizada(?), pelo grupo Ceilândia sempre viva, que serviria para "dar uma prensa" em algumas autoridades do DF, quanto a atenção dada à cidade de Ceilândia, acabou do jeito que ninguém previa. O blog solnascentehoje, cujo administrador é integrante do referido grupo, em protesto, desta vez, vai se abster de mais comentários sobre o evento, além dos que já inundam as redes sociais. Esperamos, apenas, que cessem as brigas internas e os componentes direcionem suas ações para uma Ceilândia mais progressiva. Alguns acham que o grupo está à deriva, apesar das providências tomadas pelo seu presidente, o advogado e líder comunitário Aderval Andrade.

* Um grupo formado por "algumas" lideranças, moradores e colaboradores do projeto de regularização, denominado "Comissão poligonal" promete uma reviravolta no processo e projeto urbanístico do Sol Nascente. O projeto foi elaborado em 2008 e se encontra defasado e não é segredo para ninguém. Acontece que, agora, os integrantes do grupo prometem várias ações afim de dar ao projeto a cara atual do setor. Alterações na poligonal de estudo e regularização serão propostas ao governo, Várias áreas com grande adensamento populacional se encontram fora do projeto e, dificilmente, serão removidas. Então o segredo e a luta é para a inclusão dessas áreas. Vamos à luta! O grupo é bom!

*Quem caiu nas graças de alguns setores e pessoas do Sol Nascente, foi o secretário de obras Antonio Coimbra. Secretário do, Titubeante, governo Rollemberg, Coimbra parece ser "um ponto fora da curva", pois sua presteza no atendimento de demandas paliativas e/ou emergenciais no Setor Sol Nascente, vem sendo dignas de aplausos, inclusive deste blog, o que não é usual, quando o assunto são as obras, paliativas ou não, no Sol Nascente.
Ontem Coimbra anunciou quebra-molas para a Avenida das Palmeiras e hoje, vistoria para a melhoria da Avenida P1. Muito bom! Queremos mais, muito mais secretário.

* OK! OK! momento Nelson Rubens!
Ouviram da boca da "amada" diretora da AGEFIS Bruna Pinheiro, durante a reunião do grupo Ceilândia viva, sábado, ultimo passado, que a intenção é "passar o rodo" nas casas que estão no "paredão da AGEFIS", aquelas da zona vermelha do mapa da maldade, elaborado pela diretora e seus comandados. Normal...
O que causou estranheza nos que presenciaram a cena e a declaração é que o governador, estava ao lado de Buna, ouviu e fez "cara de paisagem". Ô Rollemberg!! Tú tá de sacanagem? Custava desmentir? Se bem que, João Paulo Serafim, liderança do trecho 1, que estava com o microfone nas mãos, perguntava, naquele momento, ao governador, o que aconteceria com as mais de 2.000 casas que estavam na mira de Bruna. Quando Rollemberg ia responder, encerraram a reunião. O povo esquisito!

* Recado ao povo do Pôr do Sol: Deixem essa poligonal quieta! Sabe quando tudo está no limite do aceitável? Desse jeito. Tentar alterar a poligonal, que já foi, recentemente alterada, no máximo possível, pode ser "um tiro pela culatra" e prejudicar o que já conquistamos até agora. A luta é dar uma moradia segura para os que serão afetados. Vamos lutar por isso? Vamos tirar essas pessoas das áreas de risco?

Fala Morador especial:

João Freitas Araujo Araujo - Liderança do Trecho 1.

"Hoje à tarde estive com o Presidente da TERRACAP, seus assessores, o Administrador Vilson Oliveira, o chefe de gabinete Sérgio e o chefe de gabinete da Deputada Luzia de Paula, aqui na quadra 501,
trecho 01, Sol Nascente, onde está sendo construído o campo de grama sintética. As obras estão bem avançadas, já estão colocando os alambrados e estão fazendo a calçada, com acessibilidade, para deficientes visuais, bancos e mesas. A visita foi atendendo a uma observação feita por mim que: O campo sem estacionamento e toda infraestrutura em volta do mesmo, iria ficar muito feio. O presidente da TERRACAP, garantiu que vai fazer imediatamente e ainda prometeu uma quadra de areia. Os jovens e toda a comunidade estão felizes, por este campo e todas as obras do Sol Nascente.
Agradecem, também, a Deputada Luzia de Paula, que colocou a emenda parlamentar e possibilitou a execução dessa obra, de imenso apelo social. Obrigado Tia Luzia!!!!

Depois tem mais. Muito mais!!!

solnascentehoje.blogspot.com

Trecho 01 - Avenida P1.


S.O.S. Avenida P1!
Carlos Botani

Atendendo aos pedidos de moradores e a nossa solicitação, o Secretário de Obras Antônio Coimbra, respondeu ao blog solnascentehoje que deslocará uma equipe para vistoriar e solucionar os problemas da Avenida P1.

Vamos aguardar!

solnascentehoje.blogspot.com

Avenida das Palmeiras.

Quebra-molas.
Atenção moradores do trecho 1!

Fala de Antônio Coimbra, secretário de obras:

"O DETRAN já autorizou a instalação dos quebra molas, na Avenida das Palmeiras. Já está na NOVACAP, já está na seção responsável pela execução. Eu falei com o chefe dessa seção e ele me prometeu executar esses quebra molas, ainda, nessa semana. Então pode tranquilizar a comunidade. Um abraço e até logo."


solnascentehoje.blogspot.com

A volta das geladeiras!
Carlos Botani

Governo promete para os próximos dias, retomar os levantamentos para a entrega de geladeiras à famílias carentes do Sol Nascente e Pôr do Sol.
Esperamos que desta vez, a distribuição atenda a um critério mais rígido, pois da ultima vez foi geladeira até para a China. Ficamos sabendo de cada coisa!

solnascentehoje.blogspot.com

Remoções - Trecho 01.


Enfim a solução!
Carlos Botani

O Secretário de Obras, ou melhor, Secretario de Estado de Infraestrutura e Serviços Públicos, do Governo de Brasília, Antonio Raimundo Coimbra, vem mostrando, a quem interessar possa, que a melhor maneira de fazer é querer fazer!
Na contramão do que disse Bruna Pinheiro: " Os moradores de áreas irregulares incentivam o roubo.......", Coimbra vem atuando firmemente, no proposito de solucionar as pendencias que travam o processo de regularização do Setor Sol Nascente. Tivemos acesso, em primeira mão, a documentos que comprovam a boa vontade do secretário.
Coimbra enviou oficio à TERRACAP, solicitando a liberação de 17 terrenos, no trecho 01, para a remoção das famílias que estão sobre a galeria de águas pluviais e correm risco iminente.
A prefeitura comunitária, Pedro Barros e vereadores, bem como, o blog solnascentehoje, sempre se posicionaram de maneira que: As remoções só poderiam ocorrer, com o local de transferências dos moradores definidos, sem o oferecimento do aluguel social.
Todos os lotes, cuja liberação foi solicitada, pertence à quadra 602 do trecho 1 e pelo mapa, em anexo, podemos notar que são lotes comerciais. Mais uma vantagem para os moradores sob risco de remoção.
Parabenizamos o empenho Secretário Coimbra e vamos acompanhar o processo.


solnascentehoje.blogspot.com

Trecho 1 e 2 - Sol Nascente.

VAMOS CONVERSAR?

Carlos Botani



Recebi essas fotos, enviadas ao blog solnascentehoje, por uma moradora do Trecho 02, com as alegações abaixo:

"Moro na Chácara 128A, Flôr de Liz, Trecho 2, e atravesso essa "ponte" todos os dias, para pegar ônibus no Condomínio Casa Branca, em frente a Dinizlândia, no trecho 01. Como vocês se preocupam com o nosso lugar, queria passar para vocês. Lá passam muitas pessoas. Muitas crianças"



A questão é polêmica, senão vejamos:

A "ponte" em questão foi construída pelos moradores das chácaras do início do trecho 2 (Ex; 87 Maranata, 125 Vitória, 128A Flor de Liz), como uma alternativa para a falta de transporte publico no setor. Os moradores, saem do trecho 02, com destino ao trecho 01, atravessando a ponte ou pinguela, que construíram sobre o que resta do Ex Córrego do meio. Os amigos ambientalistas, sabem perfeitamente, que o córrego do meio, vem sendo degradado nos últimos anos, para atender a sanha e a inescrupulosa ação dos invasores de terras públicas. O pequeno córrego, já foi poluído, manilhado, assoreado e teve, se espantem, até, seu curso desviado! Isso mesmo, mudaram até o curso do córrego. Mais isso é um outro assunto!
Voltando as alegações de nossa amiga moradora, pergunto à você morador, leitor ou, simplesmente, cidadão:

1) Devemos cobrar das autoridades que a ponte seja construída de forma segura, mesmo sabendo que se encontra em área de preservação permanente, onde construções deveriam ser proibidas?
2) Devemos solicitar que a Administração Regional e/ou órgãos competentes, retirem a pinguela do local e os moradores que se virem para pegar os ônibus, que passam pela Avenida Casa Branca, no trecho 01, já que na Avenida Vitória são escassos?
3) Devemos realizar campanhas e fazer cobranças, para que as autoridades "consertem" a Avenida Vitoria, no trecho 2, para os ônibus circularem normalmente pelo local?
4) Não devemos nos meter nisso, porque isso não é problema nosso?



Vamos conversar???

solnascentehoje.blogspot.com

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Você precisa saber!

Será o melhor governo para o Sol Nascente? Será ou já é?



Carlos Botani

A Secretaria de obras e comitê técnico e gestor, apresentam à população do Sol Nascente, deliberações a respeito do futuro das obras, alterações de projetos e inclusões de áreas não contempladas no processo de regularização do Setor. A decisão em divulgar à população, as decisões, discussões e intenções, demonstra a transparência que, agora, alcança todo o processo e o blog solnascentehoje, através de uma gentileza e reconhecimento do Governo de Brasília, trás, em primeira mão, os assuntos tratados e decididos nas reuniões do comitê gestor, para que os moradores acompanhem e cobrem a realização das providencias e/ou obras.
Acompanhe abaixo o que foi tratado, na reunião do dia 28/11/2016, na sala de reunião da Secretaria de Estado de infraestrutura e Serviços Públicos:  

O Secretário Antônio Coimbra iniciou a abertura da reunião enfatizando a importância da Criação Escritório Técnico Especial – Sol Nascente a fim de apresentar ao Comitê Técnico e Gestor as eventuais mudanças de projeto devido a ocupação desordenada na região do Setor Habitacional Sol Nascente.

Providências solicitadas pelo IBRAM

A presidência do IBRAM, representada pela senhora Jane Maria Vilas Boas, pediu que fossem analisados 13 apontamentos do IBRAM sobre as questões ambientais das obras do Setor Habitacional Sol Nascente. 
O secretário Coimbra leu todos os apontamentos, que seguem listados a seguir: 
1) Atualizações dos estudos ambientais: mapeamento das ocupações em APPs/áreas de risco/áreas contaminadas para a remoção e recuperação; 
2)PCA/PRAD para áreas elencadas anteriormente; 
3)PCA/PRAD para o sistema de drenagem dos Trechos II e III; 
4) Apresentação de projeto Urbanístico com o respectivo memorial descritivo para o Trecho III; 
5)Protocolar o Estudo de Educação Ambiental; 
6)Atualizar os projetos de infraestrutura – Trecho I e II; 7)Apresentar os projetos de Infraestrutura do Trecho III; 8)Inventário florestal com o passivo e com a futura supressão; 9)Compensação florestal para os Trechos I, II e III; 10)Compensação Ambiental para os Trechos I, II e III; 
11) Cumprimento das condicionantes das autorizações Ambientais emitidas pelo ICMBio; 
12) Cumprimento das condicionantes da LI – Trecho I, conforme apontado pela IT nº414.000.035/2016; 
13) Cumprimento das condicionantes da LI – Trecho II, conforme apontado pela IT nº 414.000.036/2016. 
O Secretário da SINESP reforçou a dedicação do Comitê Técnico para que sejam sanadas quaisquer pendências referentes ao licenciamento do Sol Nascente. O Escritório de Projetos Especiais - EPE acompanhará as pendências apresentadas pelo IBRAM.

A proposta do Regimento Interno foi apresentada e aprovada por todos os presentes. A SINESP, responsável pela Coordenação do Escritório Técnico Especial, publicará a versão final do Regimento. O IBRAM destacou que as mudanças de projetos ficam condicionadas ao licenciamento. 
A equipe do IBRAM, SINESP e CODHAB verificarão a situação da Licença Ambiental.

Item informativo: os motivos da retirada da Avenida de Contorno do projeto urbanístico do Trecho I. A decisão da retirada da avenida foi tomada em 2014 e fundamenta-se na dificuldade de remover um número grande de habitações. (NR: Um desejo de todos os moradores envolvidos e da Prefeitura Comunitária)

Item deliberativo: 
A equipe da CODHAB informou que as caixas de via não foram executadas conforme o projeto original. Diversas ruas possuem larguras inferiores ao projetado, neste caso diminuindo a plataforma de circulação, extinguindo a possibilidade de construção de acessibilidade. O Comitê Gestor decidiu por deixar de abrir algumas ruas e autorizou a execução de ruas compartilhadas, conforme previsto no projeto urbanístico, priorizando as ruas já existentes e consolidadas, reduzindo o impacto na remoção de residências.

Decisão/deliberação residências.
Item deliberativo: Alteração da lagoa bacia 6. O Comitê Gestor decidiu preservar uma via executada pela Administração Regional de Ceilândia – RA IX em 2013 e não demolir residências que a locação inicial da bacia 6 seja alterada, sofrendo rotação. Destaca-se que houve preservação do volume e tamanho da bacia e sem aumento de impacto ambiental.

Item deliberativo: 
Alteração da lagoa bacia 5. O Comitê Gestor decidiu que, para preservar inúmeras casas existentes e chacareiros produtivos, as lagoas sejam deslocadas para uma chácara não produtiva. Foram realizados novos estudos de viabilidade de drenagem, de forma que não se altere as autorizações já emitidas. Já foi realizada a relocação dos moradores e autorização de supressão vegetal e as obras iniciadas.

Item deliberativo: 
Alteração Avenida das Palmeiras. O Comitê Gestor, considerando que as vias existentes não possuem a largura proposta inicialmente em projeto e a inviabilidade de criar um sistema viário com a quantidade necessária de faixas de rolamento, decidiu pela alteração da Avenida das Palmeiras. Com a retirada da Avenida de Contorno do projeto, verificou-se a necessidade de viabilizar uma nova via que possibilitasse circulação e que atendesse minimamente as necessidades de acesso de carros e ônibus. Dessa forma, aprovou-se a criação de uma via paralela a extinta Avenida de Contorno, cortando longitudinalmente todo o parcelamento, dando acesso a Avenida P1 que se encontra perpendicular a Avenida Hélio Prates. Em toda a sua extensão, possui 7 metros de largura, com trechos compartilhados.

Item deliberativo: 
Criação do Largo das Palmeiras. O Comitê Gestor decidiu, após a alteração da Avenida das Palmeiras, pela criação do largo conforme proposto durante visita em campo onde a população solicitou que fossem preservadas as palmeiras que deram origem ao nome do local, as quais deveriam ser retiradas inicialmente. Na nova proposta, foi criado um largo de convivência, respeitando a entrada das casas e a situação das ruas já consolidadas de forma a não inviabilizar a qualidade da nova avenida.

Item deliberativo: Alteração de Equipamentos Públicos Comunitários. O Comitê Gestor decidiu, em função da grande quantidade de casas na região da quadra 602, pela alteração dos equipamentos públicos comunitários previstos no projeto original. Por isso, foi feito redesenho, considerando a preservação das casas. A SEGETH reforçou a necessidade de levantar o número total de famílias a serem realocadas por conta do interceptor de esgoto e da galeria de água pluviais. A decisão do Comitê Gestor é que transforme a área destinada a EPC (escola) em área residencial/lotes, já que com o novo redesenho será mantido o percentual minimo exigido, de 10% de EPCs.

Item deliberativo: 
Permanência de via em APP: O Comitê Gestor decidiu pela manutenção da Avenida dos Eucaliptos, que está pavimentada e situada dentro de APP. O IBRAM pediu para que seja apresentada/remetida a proposta de preservação de vias com o novo estudo e comprovação de que as áreas não possuem mais características de APP.

Item deliberativo: 
Alteração de uso das praças para parcelamento de lotes residenciais. A equipe da CODHAB informou que existem inúmeras casas que estão localizadas onde a destinação é para praças. Aproximadamente 7 casas seriam retiradas para viabilizar as praças. Como forma de compensação, foram criadas outras praças e uma sofreu apenas redução. A proposta do Comitê Gestor é que a CODHAB faça o encaminhamento jurídico para esclarecer a proposta de alteração, preservando as casas hoje existentes. 

Item deliberativo: 
Alteração da via conforme a Galeria de águas pluviais existente. A SINESP e NOVACAP estão realizando os estudos para adotar as soluções técnicas.

Item deliberativo: 
Permanência de residências em área destinada a Equipamentos Públicos. O Comitê Gestor aprovou a não derrubada das casas que estão construídas em locais de EPCs da Secretaria de Educação, SEDEST e Segurança Pública.

Item deliberativo: 
Áreas fora da poligonal de projeto. Este item da pauta será tratado em outra reunião. (NR: Providencia importantíssima, já que muitas áreas se encontram fora da poligonal de estudo realizada em 2008. Localidades como Condomínio Gilliard ou Santa Fé e muitas áreas abaixo do Condomínio Pinheiros, no Trecho 02, não foram contempladas no projeto urbanístico de 2008. No Trecho 01, também, na mesma situação, as áreas abaixo da chácara Vales Verdes e da Dorinha, no Novo Horizonte, permanecem fora da poligonal. Precisamos, também, resolver as questões das residencias do lado direito da Avenida Casa Branca: Chácaras 139, parte da 140 e outras)

Item informativo: 
Cálculo das áreas. A equipe da CODHAB apresentou o cálculo das áreas destinadas a EPCs, que hoje atingem 12,52% da área total.

Item informativo: 
Liminares na região. A equipe da CODHAB informou que existem 2 liminares na região e sugere que a PGDF faça gestão junto ao Tribunal de Justiça do DF para esclarecer o andamento das obras e dificuldades de execução das mesmas devido as liminares existentes. No Trecho 2 a equipe da CODHAB tem informações de que já existe um movimento da população para buscar liminares. Sugere-se que o Comitê Gestor solicite que a PGDF agende reuniões com os juízes que sentenciaram liminares na região do Setor Habitacional do Sol nascente para esclarecer os benefícios das obras para a população.
NR: Deliberação é sinônimo de: medida, vontade, propósito, determinação, resultado, decisão ...

Comitê Gestor ETE Sol Nascente
Secretaria de Estado de Infraestrutura e Serviços Públicos – SINESP

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - NOVACAP

Secretaria de Estado de Gestão do Território e Habitação – SEGETH

Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural - SEAGRI

Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal - CODHAB

Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos – IBRAM.

solnascentehoje.blogspot.com